*Estado de Espírito!*


segunda-feira, janeiro 04, 2010

Diário da Tua Ausência...

"... Cometi um erro fatal, o de não te exigir nada. O amor também se mede pela quantidade de acontecimentos que desejamos partilhar com aqueles que amamos e eu deixei-te entrar na minha vida sem moeda de troca. Nunca me deixaste entrar na tua, nunca dormi na tua cama nem conheci a tua casa.


Nietzche, que tinha tanto de louco como de sábio, escreveu que a grandeza de um homem está em ser uma ponte e não uma meta. Mas ninguém consegue construir uma ponte sozinho, nem carregar um piano, nem mudar uma casa, por isso aprendi algo mais díficil; aprendi a ficar quieta quando aquilo que mais quero e desejo não depende só de mim. E com essa nova e preciosa lição veio a paz, a tranquilidade, a harmonia dos dias sossegados e das noites de sono profundo..."

Margarida Rebelo Pinto
in Diário da Tua Ausência


*Butterfly*

4 borboletas:

Vanessa Souza Moraes disse...

Essa medida entre o que se pode cobrar até que o outro se sinta sufocado, é bem tênue...

*Butterfly* disse...

Sim é bem verdade...*

Mas um dia pode ser que se conheça a medida certa de cobrança :P*

PR" disse...

Esse livro é tão tão acertado...

*Butterfly* disse...

Bastante :)*